Heller vai se aposentar após a Superliga


Pela Seleção, o atleta faturou duas medalhas olímpicas (um ouro e uma prata) e seis títulos de Liga Mundial


04/04/2014 - 17h42 | Renata Rondini
renata.pioli@rac.com.br



Foto: Elcio Alves/AAN
André Heller foi peça chave na busca por uma nova empresa para garantir a sobrevivência do vôlei masculino campineiro
André Heller foi peça chave na busca por uma nova empresa para garantir a sobrevivência do vôlei masculino campineiro
Chegar na decisão da Superliga Masculina 2013/2014, seria um feito marcante não só na história do vôlei masculino campineiro como também na carreira do central André Heller. Ídolo do projeto, está no grupo desde o lançamento, o central de 38 anos irá se aposentar ao final desta Superliga.

Até a temporada passada, Heller era o capitão absoluto de Campinas (Rivaldo ocupa o posto atualmente), mas um edema ósseo clavicular o tirou da reta final do Paulista 2012 e na Superliga passada, ele atuou com limitações.

Brigando desde então com a lesão, ele pouco jogou nesta temporada e anunciou, nesta sexta-feira (4), que para de jogar no final do campeonato. “No final desta Superliga, vou me aposentar, chegou o meu momento. Joguei 24 anos, mas ao final da Superliga, acaba minha função dentro da quadra. Vou passar por um período de adaptação. Uma sensação difícil de administrar, mas uma decisão que foi bem pensada. E com a lesão de 2012, está inviável de jogar em alto nível. Vou fazer 39 anos e chegou a hora de sair das quadras”, comentou Heller, sem dúvida, o atleta preferido da torcida do Vôlei Brasil Kirin.

Em maio do ano passado, quando o projeto de Campinas ficou ameaçado por conta do desligamento do antigo patrocinador, o central foi peça chave na busca por uma nova empresa para garantir a sobrevivência do vôlei masculino campineiro. E sempre falou que, mesmo fora de quadra, continuará em Campinas, pois a cidade o recebeu e a sua família de braços abertos.

“Seria inacreditável fechar esta temporada com final de Superliga. Viver estes dois momentos (o projeto quase acabar e chegar na final) numa mesma temporada, é contraditório, mas muito bacana. Tem sido muito intenso nosso ano e esperamos fechar com chave de ouro”, disse.

Com duas medalhas olímpicas (um ouro e uma prata) e seis títulos de Liga Mundial, entre outras conquistas no currículo, André Heller tem planos de continuar no esporte. “Não vou deixar o esporte, fui transformado pelo vôlei. Me deu uma esposa (a ex-levantadora Marcelle) e fez a minha vida. Sou apaixonado pela gestão do esporte, também pelo trabalho de base, escolinhas e ainda vão me ver muito pelo esporte”, afirmou.


Comente
Nome:      E-mail:  
Cidade:      Profissão:  
Informe o resultado do cálculo abaixo:
 
   Não divulgar meu email
Comentário:
Quantidade de toques disponíveis: 500




cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 5º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
* NOME:
* SOBRENOME:
* E-MAIL:
TELEFONE:
CIDADE:
* SENHA:
* REPETIR SENHA:

* Campos obrigatórios


É importante que os dados a seguir sejam verdadeiros, pois antes de continuar a leitura
você deverá confirmar o cadastro através de um link que enviaremos no endereço de e-mail
preenchido. Sem essa confirmação você não conseguirá seguir a leitura. Caso tenha conta
no facebook basta clicar "cadastre-se com o facebook"

Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular