Hamilton vence em Abu Dabi e é bicampeão


Felipe Massa foi o segundo colocado, em sua melhor corrida do ano, e esteve perto de ameaçar o inglês


23/11/2014 - 13h35 - Atualizado em 23/11/2014 - 13h36 | Da France Press
correiopontocom@rac.com.br



Foto: AFP
Corrida foi marcada pela ultrapassagem de Hamilton sobre Rosberg logo na largada
Corrida foi marcada pela ultrapassagem de Hamilton sobre Rosberg logo na largada
Sem erros ou hesitações, Lewis Hamilton se tornou o mais novo bicampeão da Fórmula 1 neste domingo (23) ao vencer o GP de Abu Dabi. O piloto inglês deixou para trás o companheiro de Mercedes, o alemão Nico Rosberg, ainda na largada e praticamente não foi ameaçado na busca pelo triunfo nos Emirados Árabes Unidos.

Felipe Massa foi o segundo colocado, em sua melhor corrida do ano, e Rosberg quase não completou a prova em razão de problemas no carro. Com a posição do brasileiro e o terceiro lugar do finlandês Valtteri Bottas, a Williams obteve a dobradinha no pódio, confirmando a grande reação da equipe britânica na Fórmula 1.

A corrida deste domingo foi marcada pela ultrapassagem de Hamilton sobre Rosberg logo na largada e pelas falhas apresentadas pela Mercedes do alemão, que quase não conseguiu completar a prova. Já Massa só teve motivos para comemorar em Abu Dabi. Obteve seu melhor resultado na temporada e esteve perto de ameaçar o triunfo de Hamilton.

Com sua 11ª vitória na temporada, o inglês encerrou o campeonato com boa vantagem sobre Rosberg, com 384 pontos, contra 317 do alemão. Para ficar com o título, Rosberg precisava não apenas vencer mas torcer para que o companheiro não passasse do terceiro lugar. Sem fazer a sua parte, a pontuação dobrada de Abu Dabi - exceção à regra no campeonato - não fez qualquer diferença para alterar o rumo do campeonato.

O resultado de Abu Dabi coroou a grande campanha de Hamilton na temporada. O campeão de 2008 fez duelo acirrado e polêmico com Rosberg desde a primeira prova do ano e amargou a segunda colocação durante boa parte do campeonato. Mas buscou a virada na segunda metade do ano, quando emplacou cinco vitórias consecutivas.

O GP de Abu Dabi confirmou a boa reação imposta por Massa neste segundo semestre. Superado pelo companheiro Valtteri Bottas na maior parte do campeonato, ele faturou seu segundo pódio seguido - o terceiro na temporada - e foi o melhor piloto, depois dos representantes da Mercedes, nas últimas duas corridas do ano.

A reação no fim minimiza os resultados do início de 2014 e faz o brasileiro terminar o Mundial de Pilotos na 7ª colocação, com 134 pontos. Bottas, seu companheiro de Williams, ficou em 4º, com 186. Surpresa do campeonato, o australiano Daniel Ricciardo foi o terceiro melhor do ano, com 238 pontos.

A CORRIDA - A pressão maior pesava sobre o favorito Hamilton, mas foi Rosberg quem falhou na largada. Hesitante, o alemão foi superado com facilidade pelo inglês, que despontou na frente, e quase foi ultrapassado por Massa. O brasileiro pulou para terceiro diante da fraca saída de Bottas. O finlandês caiu de terceiro para oitavo nas primeiras curvas.

O trio formado por Hamilton, Rosberg e Massa liderou a prova até a primeira rodada de troca de pneus, na 11ª volta. O brasileiro chegou a assumir a ponta provisoriamente porque atrasou sua parada, para o 14º giro. Sem disputas na dianteira, a corrida só tinha emoção no pelotão intermediário e mesmo no fundo, com o abandono de Pastor Maldonado com fogo no motor de sua Lotus.

A situação começou a mudar entre os líderes quando Rosberg passou a oscilar. Na 24ª volta, ele deu uma escapada, sem maiores prejuízos. Mas na 27ª uma falha em um dos sistemas de recuperação de energia começou a sabotar a prova do alemão. Perdendo rendimento a cada volta, foi superado por Massa.

Hamilton, por sua vez, parecia assustado com os problemas no carro do companheiro. E adotou postura mais cautelosa. Massa, então, aproveitou a situação favorável e se aproximou do líder da corrida. Na 32ª volta, o brasileiro assumiu a ponta logo depois da segunda parada de Hamilton. E sustentou a liderança, adiando novamente seu pit stop.

Em terceiro lugar, Rosberg se esforçava para manter sua posição. Mas a parada na 35ª volta praticamente acabou com suas chances de levar o título. Um pequeno problema no ajuste de um dos pneus atrapalhou ainda mais seu desempenho. Ele voltou em 7º e passou a lutar com os rivais a cada curva. Nervoso, cometia erros bobos enquanto novos problemas surgiam em sua Mercedes.

Com estratégia mais arriscada, Massa enfim foi para os boxes na 44ª volta para colocar pneus supermacios. Hamilton retomou a dianteira e passou a acelerar mais para evitar a aproximação do brasileiro. E os dois pilotos se alternavam com as voltas mais rápidas da corrida.

Se segurando como podia, Rosberg oscilava entre o 7º e o 8º lugar, já sem esperanças de título. O alemão precisaria terminar ao menos em 5º para ter chances de levar o troféu, contando aí com problemas no carro de Hamilton.

Mas não foi o que aconteceu. Sob os holofotes do Circuito de Yas Marina, já na noite de Abu Dabi, Hamilton soube administrar a vantagem e Massa não conseguiu alcançar o rival, apesar de ter reduzido a diferença de 11s para três segundos nas voltas finais. Com tranquilidade, Hamilton cruzou a linha de chegada e comemorou o bicampeonato com o príncipe Harry, presente no circuito, através do rádio da equipe.

Rosberg terminou a corrida apesar da sugestão da Mercedes de que ele abandonasse antes das três últimas voltas. O alemão, vice-campeão mundial, insistiu em cruzar a linha de chegada, mas não passou do 14º lugar em Abu Dabi.

Se o alemão decepcionou, os pilotos da Red Bull surpreenderam depois de largarem dos boxes em razão de dura punição aplicada pelos comissários da prova no sábado. O australiano Daniel Ricciardo obteve o 4º posto, enquanto Sebastian Vettel finalizou sua última corrida pela Red Bull em 8º.

Confira o resultado do GP de Abu Dabi:

1º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), em 1h39min02s619

2º - Felipe Massa (BRA/Williams), a 2s5

3º - Valtteri Bottas (FIN/Williams), a 28s8

4º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), a 37s2

5º - Jenson Button (ING/McLaren), a 60s3

6º - Nico Hülkenberg (ALE/Force India), a 62s1

7º - Sergio Pérez (MEX/Force India), a 71s

8º - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), a 72s

9º - Fernando Alonso (ESP/Ferrari), a 85s8

10º - Kimi Räikkönen (FIN/Ferrari), a 87s8

11º - Kevin Magnussen (DIN/McLaren), a 90s3

12º - Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso), a 91s9

13º - Romain Grosjean (FRA/Lotus), a 1 volta

14º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), a 1 volta

15º - Esteban Gutierrez (MEX/Sauber), a 1 volta

16º - Adrian Sutil (ALE/Sauber), a 1 volta

17º - Will Stevens (ING/Caterham), a 1 volta

Não completaram a prova:

Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)

Pastor Maldonado (VEN/Lotus)

Kamui Kobayashi (JAP/Caterham)

Confira a lista dos 10 primeiros colocados do Mundial de Pilotos:

1º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 384 pontos

2º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes), 317

3º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), 238

4º - Valtteri Bottas (FIN/Williams), 186

5º - Sebastian Vettel (ALE/Red Bull), 167

6º - Fernando Alonso (ESP/Ferrari), 161

7º - Felipe Massa (BRA/Williams), 134

8º - Jenson Button (ING/McLaren), 126

9º - Nico Hülkenberg (ALE/Force India), 96

10º - Sergio Perez (MEX/Force India), 59




cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 5º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
* NOME:
* SOBRENOME:
* E-MAIL:
TELEFONE:
CIDADE:
* SENHA:
* REPETIR SENHA:

* Campos obrigatórios


É importante que os dados a seguir sejam verdadeiros, pois antes de continuar a leitura
você deverá confirmar o cadastro através de um link que enviaremos no endereço de e-mail
preenchido. Sem essa confirmação você não conseguirá seguir a leitura. Caso tenha conta
no facebook basta clicar "cadastre-se com o facebook"

Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular