Corinthians deve definir novo técnico até dia 15


O encontro que Gobbi teve com o candidato da oposição Paulo Garcia não levou a lugar nenhum sobre a escolha do novo treinador


02/12/2014 - 22h48 - Atualizado em 02/12/2014 - 22h48 | Agência Estado
faleconosco@rac.com.br



Foto: Agência Corinthians
Tite disse que está estudando alternativas para melhorar a produtividade ofensiva
Tite, sem clube desde que deixou o Corinthians há um ano, ainda é o nome mais cotado
O presidente Mário Gobbi iniciou as conversas com os candidatos da situação e da oposição à sua sucessão para ouvir opiniões sobre quem deve ser o próximo treinador. Mas a palavra final a respeito do sucessor de Mano Menezes será de Gobbi e seu grupo — encabeçado pelo ex-presidente Andrés Sanchez e pelo ex-diretor de futebol Roberto de Andrade, o candidato da situação. A contratação do treinador deverá ser fechada no máximo até o próximo dia 15. Tite, sem clube desde que deixou o Corinthians há um ano, ainda é o nome mais cotado, segundo dirigentes do grupo da situação. Oswaldo de Oliveira, que também está desempregado, é outra opção.

O encontro que Gobbi teve com o candidato da oposição Paulo Garcia não levou a lugar nenhum sobre a escolha do novo treinador. Garcia, que lançou a candidatura nesta terça-feira, disse que a escolha do técnico é uma incumbência do atual presidente. "Assim como o Tite saiu e o Mano entrou, vão querer fazer agora com o Mano", disse Garcia. "O próprio Mário Gobbi deu mais ou menos uma insinuação do que eu achava, eu não acho nada", afirmou o candidato, que disse que Tite tem o "DNA" do Corinthians e que Oswaldo de Oliveira e Vanderlei Luxemburgo seriam bons nomes para assumir a equipe.

O candidato Ilmar Schiavenato criticou a indecisão da diretoria. "Só vão contratar um técnico porque o time conquistou a vaga na Libertadores. Se isso não tivesse acontecido, o cargo ficaria vago até as eleições."

O salário é uma questão relevante na escolha do treinador. Mano Menezes, que tem contrato até o fim do mês, recebe cerca de R$ 600 mil por mês. E reduzir os vencimentos de um futuro treinador é o único consenso entre a situação e oposição.




cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 5º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
* NOME:
* SOBRENOME:
* E-MAIL:
TELEFONE:
CIDADE:
* SENHA:
* REPETIR SENHA:

* Campos obrigatórios


É importante que os dados a seguir sejam verdadeiros, pois antes de continuar a leitura
você deverá confirmar o cadastro através de um link que enviaremos no endereço de e-mail
preenchido. Sem essa confirmação você não conseguirá seguir a leitura. Caso tenha conta
no facebook basta clicar "cadastre-se com o facebook"

Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular