Guarani está fora da Copa do Brasil em 2015


A CBF divulgou na tarde desta quarta-feira os 86 participantes do torneio e, entre eles, não consta o clube


10/12/2014 - 17h47 - Atualizado em 11/12/2014 - 00h29 | Carlos Rodrigues
carlos.rodrigues@rac.com.br



Foto: Cedoc/RAC
O vice-presidente Horley Senna ajudará na investigação do que foi feito no clube nos últimos anos
O presidente Horley Senna reclamou dos critérios adotados pela CBF para definir os participantes da Copa do Brasil em 2015
Agora é oficial. O Guarani não vai disputar a Copa do Brasil 2015. Por meio de seu site, a Confederação Brasileira de Futebol divulgou na tarde desta quarta-feira (10) os 86 participantes do torneio e, entre eles, não consta o clube. Além de não ter obtido vaga via campeonato estadual, o Bugre também não conseguiu por meio do ranking elaborado pela entidade. O alviverde é 39º e o último time dos dez que conseguiram a classificação foi o ASA, 35º.

Há alguns anos, o Guarani já vinha 'batendo na trave' nesse sentido. Como o ranking da CBF contabiliza resultados das últimas cinco temporadas, o alviverde vinha caindo ano após ano. Só se classificou na edição de 2013 por conta do vice-campeonato paulista e, em 2014, assegurou vaga como último do ranking. Na atual temporada, as eliminações precoces na primeira fase da própria Copa do Brasil e da Série C do Brasileiro fizeram com que a equipe perdesse pontuação e fosse ultrapassada por outras agremiações.

O presidente Horley Senna comentou a ausência do clube e reclamou dos critérios adotados para definir os participantes. "Embora conste no regulamento, é lamentável ver o Capivariano estar classificado pelo título da Série A2 e o Guarani, que é campeão brasileiro e duas vezes vice, ficar de fora. Falharam nessa avaliação" , afirma.

Como as cotas que o clube teria direito se participasse da competição seriam penhoradas, financeiramente o prejuízo nem é tão grande. O dirigente lamenta, no entanto, que o Guarani perca em exposição da sua marca. "Nesse momento, estamos montando um time de qualidade, o clube está em alta e acaba perdendo nesse sentido de visibilidade" , explica Senna. "Por isso prego a manutenção da Magnum como parceira de suma importância na reestruturação do Guarani. Nos mantivemos na Série C e vamos montar um time competitivo graças ao aporte. Aos poucos, o Guarani estava sucumbindo e sem a Magnum seria difícil sair do lugar em que se encontra".




cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 5º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
* NOME:
* SOBRENOME:
* E-MAIL:
TELEFONE:
CIDADE:
* SENHA:
* REPETIR SENHA:

* Campos obrigatórios


É importante que os dados a seguir sejam verdadeiros, pois antes de continuar a leitura
você deverá confirmar o cadastro através de um link que enviaremos no endereço de e-mail
preenchido. Sem essa confirmação você não conseguirá seguir a leitura. Caso tenha conta
no facebook basta clicar "cadastre-se com o facebook"

Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular