Oziel volta ao Guarani e relembra passado


Lateral-direito, atleta esteve na campanha do Paulistão de 2012, quando o Bugre se tornou vice-campeão


15/12/2014 - 14h44 - Atualizado em 15/12/2014 - 21h08 | Carlos Rodrigues
carlos.rodrigues@rac.com.br



Foto: José da Cunha/Guarani FC
Oziel durante treinamento físico no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Oziel durante treinamento físico no Estádio Brinco de Ouro, em Campinas
Enquanto corre em volta do gramado do Brinco de Ouro, Oziel olha para as arquibancadas do estádio e lembra de sua primeira passagem pelo clube. Na cabeça, inevitavelmente vem as imagens do Campeonato Paulista de 2012, as quartas de final contra o Palmeiras – quando deu duas assistências – e principalmente o dérbi contra a Ponte Preta, que recolocou o Guarani em uma final estadual após 24 anos. Mas o sentimento não é apenas de nostalgia. Representa também responsabilidade. Contratado pelo Bugre para a próxima temporada, o lateral-direito retorna com uma missão a cumprir: fazer com que 2015 seja ainda melhor.

Para que isso se concretize, o jogador já sabe muito bem o que deve acontecer. “Estou feliz por ter voltado e espero que o próximo ano seja ainda melhor que 2012. Que sejamos campeões do Paulista e da Série C. Juntos, vamos colocar o Guarani de volta à elite”, afirma o defensor de 30 anos que garante que pouca coisa mudou daquele Oziel de dois anos atrás. “Mudou que estou um pouco mais velho, mas a vontade continua a mesma e creio que serei novamente feliz aqui. E dessa vez com título”, projeta.

No Bugre, Oziel também terá que superar um histórico que tem sido desfavorável. Com exceção do meia Fumagalli, aqueles que voltam ao clube após uma primeira passagem boa não conseguem repetir as mesmas atuações. Os casos do goleiro Douglas e do atacante Fabinho são os exemplos mais recentes. “A responsabilidade aumenta porque você não pode fazer abaixo do que já fez. Tem que manter ou até melhorar. E eu espero melhorar. Fazer mais para poder dar conta do recado”

Com a chegada de Oziel, o Guarani acaba com mais uma carência do elenco já que, além dele, o time possui o jovem Watson para a lateral-direita. Até o momento, 22 jogadores integram o plantel, mas três (Rafael Caldeira, Cambará e João Gabriel) ainda não assinaram contrato por terem vínculos com seus ex-clubes. Até o dia 23, quando o grupo para as atividades para a festa de final de ano, a diretoria pretende oficializar mais uma contratação.




cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 5º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
* NOME:
* SOBRENOME:
* E-MAIL:
TELEFONE:
CIDADE:
* SENHA:
* REPETIR SENHA:

* Campos obrigatórios


É importante que os dados a seguir sejam verdadeiros, pois antes de continuar a leitura
você deverá confirmar o cadastro através de um link que enviaremos no endereço de e-mail
preenchido. Sem essa confirmação você não conseguirá seguir a leitura. Caso tenha conta
no facebook basta clicar "cadastre-se com o facebook"

Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular