Santos fica só no 0 a 0 com o Mogi Mirim


Com o resultado, o peixe chegou aos quatro pontos e lidera sozinho o Grupo D do Campeonato Paulista


05/02/2015 - 00h53 - Atualizado em 05/02/2015 - 00h59 | Agência Estado
faleconosco@rac.com.br



Foto: Bê Cavoquioli/AE
Robinho, que teve uma boa chance no jogo, sofre marcação do rival
Robinho, que teve uma boa chance no jogo, sofre marcação do rival
O Santos é o primeiro grande a tropeçar no Campeonato Paulista. Nesta quarta-feira (4), pela segunda rodada, em uma partida de pouquíssima emoção em Mogi Mirim, o time santista não saiu de um empate sem gols contra os donos da casa. Ricardo Oliveira, que entrou no segundo tempo, foi o único que se destacou pelo time da Vila.

Com quatro pontos, o Santos lidera sozinho o Grupo D. Na chave, só o Bragantino (3) também venceu. A Penapolense tem um ponto, enquanto XV de Piracicaba e Capivariano só perderam. Já o Mogi divide a segunda posição do Grupo A com o Red Bull, também com quatro pontos. O São Paulo, com seis, lidera.

O JOGO - Contratados apenas para o Paulistão, Ricardo Oliveira e Elano novamente começaram a partida no banco. A formação, aliás, era a mesma que venceu o Ituano por 3 a 0 no domingo (1), com Geuvânio e Thiago Ribeiro aberto pelas pontas e Robinho centralizado. O esquema, desta vez, porém, não funcionou.

Nos primeiros 45 minutos, quase nada aconteceu no Romildão. O Santos esperava o Mogi Mirim, que não ameaçava muito. Quando tinha a bola, a equipe do litoral errava muitos passes. Daniel, no gol do Mogi, quase não trabalhou. Afinal, Robinho, Thiago e Lucas Lima eram figuras nulas.

Só aos 9 minutos do segundo tempo é que a torcida se levantou. Daniel não segurou a bola quando saiu aos pés de Geuvânio e deu rebote. Robinho tentou, Lucas Lima também, mas a bola não entrou.

O técnico Enderson Moreira viu que as coisas não iam bem e trocou Thiago por Ricardo Oliveira, que entrou pilhado. Robinho também se empolgou e quase fez um golaço, com direito a lençol no marcador. O chute cruzado, porém, saiu para linha de fundo. A melhor chance da partida envolveu os dois veteranos: de Robinho para Ricardo Oliveira, que bateu de primeira e mandou rente à trave.

FICHA TÉCNICA:

MOGI MIRIM 0 X 0 SANTOS

MOGI MIRIM - Daniel; Valdir (Thomas Anderson), Fábio Sanches, Wagner Silva e Leonardo de Jesus; Magal, Hygor (Romarinho), Edson Ratinho e Vitinho; Geovane (Everton Heleno) e Magrão. Técnico - Claudinho Batista.

SANTOS - Vladimir; Victor Ferraz, Gustavo Henrique, David Braz e Chiquinho; Alison, Renato e Lucas Lima (Elano); Geuvânio (Marquinhos Gabriel), Robinho e Thiago Ribeiro (Ricardo Oliveira). Técnico - Enderson Moreira.

ÁRBITRO - Leonardo Ferreira Lima (SP).

CARTÕES AMARELOS - Leonardo de Jesus (Mogi Mirim); Alison, Geuvânio e Thiago Ribeiro (Santos).

RENDA - 2.906 pagantes.

PÚBLICO - R$ 78.960,00.

LOCAL - Estádio Romildo Ferreira, em Mogi Mirim (SP).




cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 5º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
* NOME:
* SOBRENOME:
* E-MAIL:
TELEFONE:
CIDADE:
* SENHA:
* REPETIR SENHA:

* Campos obrigatórios


É importante que os dados a seguir sejam verdadeiros, pois antes de continuar a leitura
você deverá confirmar o cadastro através de um link que enviaremos no endereço de e-mail
preenchido. Sem essa confirmação você não conseguirá seguir a leitura. Caso tenha conta
no facebook basta clicar "cadastre-se com o facebook"

Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular