Matheus curte seu dia de herói da Ponte Preta


Após defesa fantástica que garantiu a vitória da Macaca sobre o Palmeiras, goleiro é alvo de muitos elogios


06/02/2015 - 22h48 - Atualizado em 06/02/2015 - 22h51 | Paulo Santana
santana@rac.com.br



Foto: Leandro Ferreira/AAN
Matheus exibe no celular a foto do pai José, incentivador de sua carreira e que morreu há cerca de um ano
Matheus exibe no celular a foto do pai José, incentivador de sua carreira e que morreu há cerca de um ano
A rotina do goleiro Matheus se transformou depois da espetacular defesa no Allianz Parque, que assegurou a primeira vitória da Ponte Preta no Campeonato Paulista, diante do Palmeiras, por 1 a 0. O celular não parou de tocar, centenas de mensagens chegaram via WhatsApp e muitos elogios vieram acompanhados do famoso tapinha nas costas.
 
Mas o que realmente mexeu com o jogador foi a mensagem enviada por sua mãe e pelo irmão falando a respeito do pai José, que morreu há cerca de um ano, vítima de câncer no cérebro, com apenas 52 anos de idade. "Meu pai foi quem mais me incentivou a investir na carreira de jogador. Sempre me deu apoio e acreditou no meu potencial", disse Matheus, emocionado.
 
O goleiro da Macaca revelou que o pai, que trabalhava como segurança na Sanasa, era palmeirense. "Mas, em Campinas, gostava muito da Ponte Preta como esportista que era", ressalta. "E tenho certeza que, onde quer que esteja e mesmo tendo acontecido contra o time dele, está muito feliz por mim", completa.
 
De tão plástica e difícil, a defesa de Matheus chegou a ser comparada com a do goleiro Gordon Banks, da Inglaterra, em cabeçada de Pelé durante a Copa do Mundo de 1970, considerada a 'Defesa do Século'. Mas o pontepretano não vê motivos para comparação. "Acho que não tem muito a ver. A dele foi no canto e a minha foi no contrapé. A minha foi muito importante para o nosso momento, mas é bom destacar que a dele foi em uma Copa do Mundo", compara.
 
Matheus Francisco Inácio tem apenas 22 anos. Ele nasceu em Mairinque (SP), mas veio com a família para Campinas quando tinha apenas seis meses de vida. "Sempre morei na região dos Dics e, desde criança, acompanhava os jogos da Ponte com meus amigos. Eu, inclusive, estava naquela semifinal em Guaratinguetá quando a Ponte se classificou para a final do Paulistão de 2008. Sempre gostei da Ponte. Hoje, me sinto orgulhoso por vestir esta camisa."
 
Antes de acertar com a Macaca por dois anos, o goleiro defendeu o Bragantino, onde foi titular absoluto na Série B do Brasileiro. Como profissional, também jogou pelo Barueri, mas toda sua base foi feita no extinto Campinas FC, fundado pelos ex-atacantes Careca e Edmar. "Aprendi muita coisa lá", lembra.
 
Matheus só entrou em campo porque Reynaldo foi mal na rodada de estreia. Contratado para ser reserva de Marcelo Lomba, que veio do Bahia, o novo camisa 1 mostra personalidade. "Logo que me apresentei, disse que estava pronto para ser titular. Trabalhei muito, mas a chance caiu no meu colo. Agora, é continuar trabalhando para merecer", garante.
 
PUNIÇÃO
 
A Ponte Preta foi punida nesta sexta-feira (6) pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) com a perda de mando de campo de dois jogos. A pena é resultado da confusão generalizada ocorrida na partida com o Joinville, na 35ª rodada da Série B do Brasileiro, na Arena Joinville, dia 15 de novembro do ano passado. O clube também deverá pagar multa de R$ 15 mil. Não cabe mais recurso.
 
A decisão foi tomada por unanimidade no Pleno do STJD. O JEC perdeu um mando e levou multa de R$ 10 mil. Os clubes foram julgados com base no artigo 213 (Deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens) do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva). A confusão começou depois que o locutor do estádio disse "a Ponte caiu", assim que o Joinville marcou o terceiro gol na vitória por 3 a 1. Pontepretanos jogaram pedaços da arquibancada para dentro de campo e a polícia respondeu atirando balas de borracha.
 
Os jogos terão que ser realizados em estádios que ficam a pelo menos 100 quilômetros de Campinas. Não serão vendidos ingressos. O primeiro jogo da pena certamente será contra o Vilhena, pela Copa do Brasil, dia 3 de março. O segundo será cumprido quando já estiver começado a Série A do Brasileirão.




cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 5º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
* NOME:
* SOBRENOME:
* E-MAIL:
TELEFONE:
CIDADE:
* SENHA:
* REPETIR SENHA:

* Campos obrigatórios


É importante que os dados a seguir sejam verdadeiros, pois antes de continuar a leitura
você deverá confirmar o cadastro através de um link que enviaremos no endereço de e-mail
preenchido. Sem essa confirmação você não conseguirá seguir a leitura. Caso tenha conta
no facebook basta clicar "cadastre-se com o facebook"

Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular