Torcida reclama da nova camisa da Ponte Preta


Diferença de preço na loja do clube e na da Adidas e a qualidade do material provocam críticas


09/02/2015 - 22h29 - Atualizado em 09/02/2015 - 23h27 | Paulo Santana
santana@rac.com.br



Foto: Leandro Ferreira/AAN
Torcedora exibe camisa que comprou por R$ 199,90 na Ponte e estava sendo vendida por R$ 89,90 na Adidas
Torcedora exibe camisa que comprou por R$ 199,90 na Ponte e estava sendo vendida por R$ 89,90 na Adidas
A nova camisa da Ponte Preta foi um sucesso de vendas pela internet. Mas o uniforme confeccionado pela Adidas, que seria motivo de orgulho, acabou deixando muitos torcedores indignados. Tudo porque, na última sexta-feira (6), duas lojas oficiais da multinacional comercializaram o mesmo produto por preço muito abaixo do praticado pelo clube.
 
Nas lojas localizadas nos shoppings Galleria e D. Pedro, a camisa foi vendida por R$ 89,90, enquanto o preço no site www.pontestore.com.br era R$ 199,90. Além disso, houve reclamação quanto à qualidade e atrasos na entrega do produto.
 
"Durante 15 anos, vendi material esportivo da Mizuno, Rainha, Diadora e Kappa e tenho conhecimento sobre tecnologia. Esse produto parece o mesmo da camisa do Real Madrid, como a Ponte Preta anunciou, mas definitivamente não é", garante o empresário Alexandre Magioni, que bloqueou o pagamento e prometeu devolver a camisa.
 
Também empresário, Thiago Saldanha disse que se sentiu enganando. "Senti uma decepção total e absoluta. Tenho uma camisa do Real Madrid, comprada na loja do clube e a diferença é gritante", comparou, ressaltando que não vai pedir reembolso.
 
"Tenho crianças na família para as quais comprei a camisa. Ficaria complicado explicar que não vão ter mais a camisa da Ponte/Adidas que tanto queriam. O sentimento ainda pior é o de ter sido feito de otário", lamentou, destacando que efetuou a compra no dia 30 e só recebeu as camisas nesta segunda-feira (9) sem a devida nota fiscal, mesmo tendo pago pelo serviço de Sedex.
 
A publicitária Li Zanchetta, que mora em Sumaré, ganhou a camisa de presente e não vai devolver. "Não gostei! Esperava muito mais do tecido e designer. Acho que a torcida da Ponte merece o mínimo de respeito e explicações sobre toda essa bagunça que nossa diretoria de marketing causou junto com a Adidas", reclamou.
 
Pedro Lino, que trabalha em uma imobiliária de Campinas, comprou duas. Uma pelo site e outra na loja do Pq. D. Pedro. "São iguais e vou ficar com as duas porque gosto demais da Ponte. Acho que o preço justo seria R$ 89,90", conta.
 
A Ponte Preta promete devolver o dinheiro para quem não ficou satisfeito com a venda. Para isso, o torcedor deve entrar em contato com a Pontestore pelo email prevenda@pontestore.com.br em até sete dias a partir do recebimento.
 
Mas teve torcedor que elogiou o produto. "A camisa é muito boa. Depois da Lotto, é a que mais gostei. Caiu bem no corpo, é leve e gostosa de usar", avaliou o analista de sistema, Regis Ferreira, que também gostou da estratégia de marketing utilizada para vender as 1.900 camisas no dia do lançamento. "Se fosse outra forma, levaria uns três meses para vender tanto", comentou.
 
DEVOLUÇÃO
 
Por meio de nota oficial, a Adidas informou que o problema relacionado à diferença de preço da nova camisa da Ponte foi causado por falha de comunicação entre os sistemas que abastecem e atualizam os preços de suas lojas oficiais. Assim que o problema foi detectado, o produto foi retirado da vitrine.
 
ZÉ LOVE PODE SER APRESENTADO
 
A Ponte Preta tem dois jogadores prontos para serem apresentados nesta terça-feira (10), último dia de inscrição para o Campeonato Paulista. Um deles pode ser o atacante Zé Eduardo, mais conhecido como Zé Love, que teve destaque no Santos nos anos de 2010/11, mas jogou o último Brasileirão pelo Coritiba. O outro pode ser Fagner, que está na Coreia, ou Wellington, que joga no Japão.
 
Com 27 anos, Zé Love tem seus direitos ligados ao Genoa, da Itália, que não tinha interesse em contar com ele em 2015. Paulista da cidade de Promissão, o atacante também passou pelo Palmeiras, Grêmio, Cruzeiro e São Caetano. No Peixe, foi campeão da Copa do Brasil e da Libertadores.
 
Por meio de nota de sua assessoria, o jogador deixou um clima de mistério. "Meu representante está com algumas propostas em mãos e estamos conversando", informou, destacando que não deixou de treinar durante as férias.
 
O gerente de futebol Gustavo Bueno disse, em entrevista à Rádio Bandeirantes, que não confirmaria nenhum nome antes de assinar contrato.
 
RESERVAS
 
Enquanto os titulares fizeram treino regenerativo após o empate com o Botafogo, os reservas da Ponte Preta enfrentaram o SEV Hortolândia, nesta segunda-feira (9), e venceram por 5 a 0. O time entrou em campo com Marcelo Lomba; Jeferson, Tiago Alves, Raphael Silva e João Paulo; Dedé, Josimar, Paulinho e Adrianinho; Thomás e Wanderson.




cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 5º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
* NOME:
* SOBRENOME:
* E-MAIL:
TELEFONE:
CIDADE:
* SENHA:
* REPETIR SENHA:

* Campos obrigatórios


É importante que os dados a seguir sejam verdadeiros, pois antes de continuar a leitura
você deverá confirmar o cadastro através de um link que enviaremos no endereço de e-mail
preenchido. Sem essa confirmação você não conseguirá seguir a leitura. Caso tenha conta
no facebook basta clicar "cadastre-se com o facebook"

Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular