Ponte Preta empata com o Linense em 2 a 2


Com o pontinho somado em Lins, a Macaca chegou aos oito pontos e está em segundo lugar do Grupo B


18/02/2015 - 18h52 - Atualizado em 18/02/2015 - 23h03 | Paulo Santana
santana@rac.com.br



Foto: José Luís Silva/AE
Apesar do gramado encharcado, em Lins, Ponte e Linense fizeram um bom jogo
Apesar do gramado encharcado, em Lins, Ponte e Linense fizeram um bom jogo
Num campo bastante castigado por causa das fortes chuvas que caíram durante todo o dia, nesta quinta-feira (18), em Lins, a Ponte Preta empatou com o Linense, por 2 a 2, no Estádio Gilberto Siqueira Lopes, em jogo válido pela 5ª rodada do Campeonato Paulista. Com oito pontos, a Macaca se manteve na vice-liderança do Grupo B dentro da zona de classificação para a próxima fase. O próximo compromisso da Ponte é domingo (22), às 18h30, no Moisés Lucarelli, diante do São Bernardo.
 
Ponte e Linense fizeram um jogo truncado. Os donos da casa pareciam melhores adaptados ao campo molhado e levaram perigo desde o início. Aos 3', Nando ajeitou de fora de área e mandou chute no alto. Matheus saltou e jogou o perigo para escanteio.
 
A Macaca insistia com lançamentos em profundidade, mas a defesa rival cortava com facilidade. Só aos 23', a Ponte conseguiu a primeira finalização. Roni recebeu bom passe e bateu da linha da grande área. Anderson segurou firme no meio do gol.
 
O Linense abriu o placar depois de um chutão da defesa para o ataque. Nando ganhou de Pablo pelo alto e a bola sobrou para William Pottker. O meia levou a melhor diante da marcação dupla de Bruno Silva e Renato Chaves, deu um drible e bateu à meia altura no canto: 1 a 0, aos 28'.
 
O Linense teve outra boa oportunidade aos 36' quando Diego ganhou de Rodinei e tentou cruzamento na área. Matheus fez a defesa parcial e a zaga aliviou o perigo. Mas a Ponte estava viva e empatou nos acréscimos. Renato Cajá bateu escanteio da esquerda na medida para o forte cabeceio de Bruno Silva, aos 46': 1 a 1.
 
O segundo tempo começou e, de cara, já saiu a virada da Macaca. A jogada começou no cruzamento de Biro Biro pela direita. Na área, longe da bola, o zagueiro Adalberto puxou Fábio Santos pela camisa. O juiz marcou pênalti que Renato Cajá bateu no canto oposto do goleiro e fez 2 a 1, aos 2'.
 
O jogo ficou tenso e ainda mais disputado depois do gol corretamente anulado de Roni por causa de um toque de mão. Mas, no contragolpe, o Linense marcou. A bola sobrou para William Pottker, que aplicou um drible em Rodrigo Biro e bateu no canto de Matheus: 2 a 2, aos 5'.
 
Um minuto depois, o mesmo jogador acertou o travessão num forte cabeceio. E a Ponte correu ainda risco aos 27'. Renato Chaves rebateu mal de cabeça para o meio do campo e Birungueta dominou livre para arriscar. Tentou acertar o canto e a bola passou raspando a trave. Só aos 38', a Macaca voltou ao ataque. Cajá lançou na área, ninguém rebateu e Renato Chaves completou fraquinho para a defesa do goleiro.




cadastre-se e continue lendo
Este é o seu 5º acesso ao site do Correio Popular
neste mês. Para dar continuidade a suas leituras,
cadastre-se gratuitamente agora. É fácil e rápido,
basta clicar em "quero me cadastrar". Ou se preferir,
faça a sua assinatura e garanta seu acesso sem
restrições.

cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
cadastre-se e continue lendo
Saiba mais.
Cadastre-se e continue tendo acesso ao melhor
e mais completo contéudo da RMC.
* NOME:
* SOBRENOME:
* E-MAIL:
TELEFONE:
CIDADE:
* SENHA:
* REPETIR SENHA:

* Campos obrigatórios


É importante que os dados a seguir sejam verdadeiros, pois antes de continuar a leitura
você deverá confirmar o cadastro através de um link que enviaremos no endereço de e-mail
preenchido. Sem essa confirmação você não conseguirá seguir a leitura. Caso tenha conta
no facebook basta clicar "cadastre-se com o facebook"

Quero receber notícias e comunicações do Correio Popular