Ponte Preta tenta quebrar tabu de 29 anos


Macaca enfrenta, neste domingo, às 18h30, o XV, adversário que não vence no Barão desde abril de 1986


28/03/2015 - 19h34 - Atualizado em 28/03/2015 - 19h42 | Renata Rondini
renata.pioli@rac.com.br



Foto: Elcio Alves/AAN
Em boa fase, Biro Biro é um dos destaques da Ponte Preta no jogo que encerra a 13ª rodada do Paulistão
Em boa fase, Biro Biro é um dos destaques da Ponte Preta no jogo que encerra a 13ª rodada do Paulistão
O clássico regional entre XV de Piracicaba e Ponte Preta marca a 13ª rodada do Campeonato Paulista. O duelo acontece, neste domingo (29), às 18h30, no estádio Barão da Serra Negra, em Piracicaba, onde o Nhô Quim mantém um tabu de quase 29 anos sem perder para a Macaca. A última vitória foi no dia 13 de abril de 1986, quando venceu por 2 a 1. Depois disso, o XV venceu três partidas e empatou cinco.
 
A Ponte Preta pretende derrubar o tabu para dar sequência à boa campanha no Estadual e ficar ainda mais perto das quartas de final. Já os donos da casa brigam para escapar da ameaça de rebaixamento e continuar a sonhar com a segunda vaga no Grupo D.
 
O técnico Guto Ferreira, que normalmente evita confirmar a escalação da Ponte, desta vez trancou de vez todas as informações. Ele fechou o último treino e não deu indícios de quem serão os substitutos do volante Fernando Bob e do atacante Rildo, que receberam o terceiro cartão amarelo no duelo com o Santos e não jogam neste domingo.
 
O volante Juninho treinou com o grupo na sexta-feira (27), mas, como voltou recentemente de lesão, não deve ser titular. Juninho voltou ao gramado há 15 dias, mas, no início desta semana, ainda realizava treinos à parte.
 
Caso Guto aposte nele, o esquema com três volantes poderá ser mantido, contudo a expectativa é que o treinador abandone a tática que deu bastante consistência ao time na vitória sobre o Peixe na última quinta-feira (26) e retome com o homem de referência na área. Um retorno ao esquema 4-2-3-1.
 
Em comparação ao time que começou a partida na última rodada, o meia Roni volta ao meio de campo e a dúvida fica por conta de quem será o camisa 9: Fábio Santos ou Wellington. O primeiro mostrou um desempenho melhor no treino de sexta, do qual só participaram os reservas, já que os titulares fizeram apenas um regenerativo. A escolha só será anunciada, neste domingo, quando a Macaca entrar em campo.
 
Na lateral-esquerda, Rodrigo Biro está de volta após cumprir suspensão contra o Santos.
 
A Ponte Preta chega motivada para encarar o XV de Piracicaba após a vitória sólida da última quinta. Apesar de ter exaltado a atuação do grupo, o técnico Guto Ferreira chamou atenção para a importância deste clássico regional, que pode deixar a equipe bem perto de confirmar a vaga nas quartas de final. “Não é a vitória contra o Santos que nos deixa garantidos na próxima fase. O Audax está beliscando, fazendo partidas muito boas e nós não podemos bancar o Robin Hood. Temos que ir para Piracicaba e buscar outra vitória", afirmou.
 
BOA FASE
 
Na briga pela artilharia do Paulistão, o atacante Biro Biro quer dar sequência à boa fase. Para isso, chega a Piracicaba com fome de gol. Titular absoluto no esquema de Guto Ferreira, o 'pequenino’ atacante que inferniza as zagas adversárias atribui o seu sucesso nas finalizações à regularidade de jogos.
 
“Eu venho tendo sequência, algo importante que não tive no Fluminense. E quando o jogador tem sequência, vai ganhando confiança e, graças a Deus, tem dado tudo certo. Quero continuar trabalhando forte para continuar com esta boa média”, comentou.
 
Em 12 partidas pela Macaca, Biro Biro tem seis gols. No Tricolor das Laranjeiras, em dois anos, Biro Biro fez 47 partidas e marcou apenas quatro vezes, contudo entrava mais aos longo dos jogos.
 
Autor de um belo gol diante do Santos, o atacante não quer diminuir o ritmo e acredita que a Macaca tem que entrar em campo, neste domingo, com a mesma disposição e disciplina tática apresentadas na última rodada. “Tem que ir com a mesma pegada. Sabíamos que o jogo contra o Santos ia ser muito difícil, assim como sabemos que lá em Piracicaba vai ser uma guerra.”
 
Enquanto a Ponte teve apenas dois dias de recuperação para o confronto, o XV de Piracicaba realizou o último jogo na terça-feira (24). Biro Biro aponta o descanso como uma vantagem do adversário, mas reconhece que seu time não poderá usar esta desculpa para erros que possam acontecer.
 
GOLS
 
A Ponte Preta não passou em branco em nenhuma rodada. Com 20 gols, a Macaca tem o 5º melhor ataque do Paulistão. Na vitória contra o Santos, fez três gols em um jogo pela primeira vez.

TORCIDA
 
Faltam três jogos na fase de classificação e a Ponte Preta tem feito uma ótima campanha no Paulistão, com a vice-liderança do Grupo B. Mesmo assim, a torcida não tem se motivado a ir ao estádio. Contra o Santos foram 4.907 pagantes.
 
Apesar de ser fora de Campinas, Guto Ferreira mais uma vez pediu o reforço do 'camisa 12’ neste domingo. "Espero que o torcedor vá para Piracicaba porque vamos precisar muito deles lá, até porque o XV está com dois dias a mais de descanso e fizemos uma partida muito desgastante. Além disso, vamos para lá sem Rildo e Fernando Bob. Precisamos mais do que nunca do torcedor nos empurrando porque essa vitória pode nos deixar muito perto da classificação."