Guarani vende Barueri em Bragança Paulista


O Guarani voltou a vencer na tarde deste domingo (16) após dois resultados negativos, ficando a apenas um ponto da zona de classificação da Série A2 do Campeonato Paulista, em 6º lugar. O time não deu chances para Grêmio Barueri na partida realizada no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, cravando 2 a 0, com gols de Fumagalli, de pênalti, e Fabinho. Essa foi a 7ª rodada do torneio e o Bugre volta a campo na próxima quarta, também em Bragança, para enfrentar o Ferroviária.

O jogo começou bastante equilibrado. Os times pareciam querer entender o adversário nos primeiros minutos, não oferecendo qualquer tipo de ameaça. A primeira chance real de gol veio só aos 15' e para o Guarani. Rafael Araújo se atrapalhou, deixando a bola para Roninho na meia-lua. Só que o atacante se atrapalhou no lance, ficou na dúvida se batia direto ou não, e acabou tentando cruzar, facilitando para a zaga. Julinho então cobrou escanteio na área do Abelha e Jorge Luiz subiu sozinho para fazer o cabeceio, porém bateu forte demais e mandou a bola para fora.

Dois minutos depois, Julinho fez boa interceptação, deixando mais uma vez Roninho na cara do gol. O atacante pegou bem, mas a bola explodiu em Brumatti e saiu pela linha de fundo. Fumagalli cobrou escanteio, mas Ricardo Oliveira não aproveitou a bola.

Após as jogadas, o Barueri recuou, deixando a partida nas mãos do Guarani. Com bastante pressão, o Bugre se mostrou superior em campo conseguindo, aos 42', um pênalti. O goleiro Nicolas deslizou para pegar a bola, acabou se chocando com Julinho e, de forma estranha, o juiz considerou o lance grave e marcou penalidade máxima. Fumagalli chamou a responsabilidade para ele, se posicionou para fazer a cobrança e, com muita categoria, o capitão mandou no canto direito e abriu o placar.

O Guarani voltou a campo ainda melhor no segundo tempo. Tanto que no primeiro minuto, o time chegou com perigo no gol do adversário. Julinho arrancou e chutou de longe, exigindo uma boa defesa do goleiro do Barueri. Aos 9', Fabinho ainda foi derrubado por Brumatti perto da área. Fumagalli cobrou, a barreira abriu, mas Nicolas se esticou para dar um tapa na bola e salvar o Abelha.

Aos 21', Fabinho mandou com classe para Julinho na pequena área, mas o lateral-esquerdo cabeceou errado e, por pouco, não ampliou o placar. Alguns minutos depois, em boa jogada de Roninho e Jefferson Feijão, Fumagalli recebeu bola alta na marca do pênalti, bateu forte, porém só raspou o travessão.

O segundo gol saiu aos 38' pelos pés de Fabinho. Ele recebeu um lançamento de Jefferson do campo de defesa, o Barueri pediu impedimento, mas o juiz deixou Fabinho seguir, penetrando no campo do Abelha até a área com facilidade e, na saída de Nicolas, de pé esquerdo, balançou a rede. 2 a 0 para o Guarani.